14 de janeiro de 2011

Viajando


Caminhando pela cidade procurando ver coisas as vezes trás resultados inexplicáveis, imagens que só aparecem porque as vimos naquele instante. Não é apenas um exercício de vagar pela cidade, é viajar por ela e por suas ínfimas possibilidades. Claro, tudo influencia nessa experiência visual. A luz, o tempo, a hora do dia, o estado emocional, a bagagem imaginatiav etc. Eu, há poucos dias, li o livro “O Hobbit” de J.R. Tolkienn. A partir disso, sei que um barranco pode virar qualquer coisa.

*Em breve flanâncias de outras cidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário