25 de novembro de 2010

A cidade dentro de casa

Viçosa 04




















Hoje eu vivi a cidade de dentro de casa. Não saí pra nada! Vi o clima se transformar pela janela.
Viver a cidade de dentro de casa é assim: individual.
Li sobre as percepções e impregnadas nos corpos das pessoas, “corpografias”. A cidade nos marca. Nos sela. Pertencemos a ela. Queiramos ou não. Daí fica o desafio: ler o mapa corporal, ler o corpo das pessoas e perceber a presença do urbano.

Hoje a  internet foi meu meio de encontrar pessoas e lugares. Foi minha janela para o urbano. Conversei com diferentes pessoas ao longo do dia. Sempre do lado de dentro de casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário