19 de novembro de 2010

preto breu

Estrada 01

Na noite escura o cenário é um breu e o caminho é a única coisa iluminada. O olhar observador vê onde a luz escorre nas laterais. Vê a grama, as valas, as casas, a beira. Vê manchar volumétricas no breu. Sutilezas. O observador é certo da presença delas. O motorista prende-se a enxergar o caminho. O observador transborda pelo espaço e mesmo quando não vê com os olhos, vê com seus sentidos, sabe, sente a viagem, transforma-se com ela. Sabe que está em movimento não só por causa da pista iluminada, mas também por tudo o que há alem dela.

2 comentários:

  1. Gostei desse, muito :) Haha'.
    A foto é da viagem? Ou é de outra viagem...?

    ResponderExcluir
  2. André.. a foto é da viagem mesmo!
    ce estava no carro.. rs.
    valeu pelo coment!
    abs
    Liz

    ResponderExcluir