4 de fevereiro de 2011

5 dias no L’Abri

 













 

 observar o L’Abri não é tarefa dificil. O convite constante à reflexão facilita as coisas, assim como o ritmo desacelerado e hospedagem aconchegante. Estar aqui é como reencontrar velhos amigos, aquele sentimento estranho de estar em casa  mesmo estando em um lugar desconhecido. Os dias passam, a mente borbulha. Por fora aqui é um lugar como qualquer outro, lougradouro e número. A fachada tem um portão. Placa. Muro. Por fora corre uma vida, um bairro, ruas, pedras fincadas, residencias e mercadinhos. Por fora não se imagina os caminhos imersos que estão ali, logo ali. Caminhos profundos de valor estético e degustativo, caminhos de humanidade e contentamento com a possibilidade de se obter respostas às perguntas feitas com honestidade.

Nota: se você quer conhecer mais sobre o L'Abri acesseo site oficial: /www.labri.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário