28 de novembro de 2011

Espanto

hoje
 Passei novamente e tive que respirar fundo!
Onde foi parar meu Deus, aquele refugo verde, aquele respiro?
— O trator levou, moça, não se espante tanto, a cidade é assim mesmo, cresce desmatando as coisas.


ontem

Um comentário:

  1. O outro dia - quando sua "sogrinha" havia chegado - ia perguntar se você tinha visto isso...

    ResponderExcluir